Obra retrata o contexto florestal brasileiro sob ponto de vista histórico

A obra publicada em inglês pelo Engenheiro Florestal brasileiro Dr. Sebastião Kengen, apresenta um primoroso panorama da história florestal no Brasil. Intitulado “Forestry in Brazil: A brief history”, o livro apresenta em 93 páginas, cinco capítulos que retratam cronologicamente a história florestal desde o período Pré-Colonial (1500-1530), passando pelos períodos Colonial (1530-1822), Imperial (1822-1889) e Republicano, nomeadamente entre 1889 até os períodos mais recentes, com histórias sobre os anos 30, 40, 50, 60, 70, 80 e até acontecimentos históricos mais recentes do setor florestal no país.  
De maneira geral, a obra tem como objetivo apresentar uma outra visão sobre o desenvolvimento da história florestal brasileira, uma vez que, segundo o Dr. Kegen, “a visão generalizada é que o colonizador português desconsiderou os recursos florestais brasileiros e que este argumento não leva em conta que um processo semelhante de exploração dos recursos florestais ocorreu ao longo da colonização sobre o Novo Mundo, e que ao longo da história mundial, os recursos florestais tem sido visto como um recurso valioso a ser utilizado, além de infinito. Portanto, não foi diferente na colonização brasileira”.
Além disso, segundo o autor, espera-se contribuir para estimular outras pesquisas e trazerem novas informações e fatos sobre a floresta brasileira, para tirar lições e experiências do passado, pois pode contribuir para avançar com experiências positivas, entender o presente e evitar incorrer nos mesmos erros que ocorreram no passado.  Em sua apresentação no livro, o autor conclui que o grande desafio para o governo brasileiro, é encontrar um ponto de equilíbrio entre conservação e desenvolvimento, o que, segundo ele, não é uma tarefa fácil.
O livro está disponível em formato digital e gratuito para todos interessados em conhecer mais sobre a história florestal do Brasil. Para realizar o download, clique na chave abaixo e aproveite a leitura.


Compartilhe nas suas redes sociais!

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem