Ads Top

Exclusivo: E-book com metodologias inéditas para projetos ambientais, meio ambiente e fotointerpretação no Brasil

Central Florestal recebeu com exclusividade um conjunto com 26 metodologias inéditas desenvolvidas pelo Drº José Sales Mariano da Rocha e Drª Cleonir Martins Carpes, da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM)

Drº José Sales é professor do Departamento de Engenharia
Rural da Universidade Federal de Santa Maria, RS
A Central Florestal recebeu do Profº Drº José Sales (UFSM), Engenheiro Florestal formado pela primeira turma do Brasil (1965), um e-book inédito com metodologias desenvolvidas e aplicadas no Departamento de Engenharia Rural do Centro de Ciências Rurais da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), no Centro Internacional de Projetos Ambientais (CIPAM) e em vários Cursos Universitários em todo o País, ao longo dos últimos anos. Todas as pesquisas foram voltadas para as temáticas ambientais, mesmo aquelas desenvolvidas junto à Fotogrametria e à Fotointerpretação. 

Drº José Sales concedeu-nos recentemente uma entrevista exclusiva sobre o setor florestal e engenharia florestal no Brasil, onde pôde ressaltar a urgência e se discutir sobre projetos ambientais que requerem ser desenvolvidos corretamente no país (A entrevista pode ser acessada aqui)  

SÍNTESE DAS PRINCIPAIS METODOLOGIAS DE AVALIAÇÕES DE IMPACTOS AMBIENTAIS

Definir uma metodologia de avaliação de impacto ambiental implica no conhecimento referente às interdependências existentes entre as esferas de ação, questões de não linearidade, irreversibilidade e reflexibilidades e as relações entre os eventos de diferentes níveis de agregação espacial e temporal. É uma tarefa árdua e difícil pelo fato de diferentes pessoas atribuírem valores diferentes para as mesmas causas e consequências. A metodologia para o presente estudo envolveu a execução e análise dos métodos mais amplamente aplicados na previsão e avaliação de impacto ambiental e a seleção da matriz mais apropriada em termos qualitativos para ser preparada QUANTITATIVAMENTE, objeto desta Pesquisa, bem como os requisitos que atendam a legislação em vigor. 

Metodologias de estimativas (e riscos) de Avaliações de Impactos Ambientais (AIA)

Existem muitos métodos de AIA que não são compatíveis com as condições socioeconômicas e políticas do país, sendo necessário selecioná-los para que o método mais apropriado, a critério da equipe que vai trabalhá-lo, seja confiável na tomada de decisão do projeto. Vêm sendo aplicados, basicamente, dois tipos de métodos: 1°) Adaptações de métodos consagrados em área de conhecimento específico para utilização na avaliação de Impacto Ambiental; 2°) Métodos diretamente envolvidos para atender o dispositivo legal que orienta a realização de Estudos de Impacto Ambiental previsto na Resolução CONAMA 001/86. Apresentar-se-á, a seguir, de forma resumida, algumas metodologias e informações que se fazem necessárias para um melhor entendimento com relação à aplicação dos mé- todos de avaliações de impactos ambientais

1) Metodologia espontânea – “Ad Hoc”  

2) Metodologia de avaliação – “Post Hoc”

3) Método de listagem – “Check List” 

4) Metodologia quantitativa 

5) Matriz de interações 

6) Metodologia da Rede de interações – “Networks”  

7) Metodologia dos Mapas de superposições – “Overlay Mapping”

8) Análise de risco ambiental, feita através da AIA

9) Análise de Custo-Benefício 

PARA TER ACESSO AO E-BOOK INÉDITO, CLIQUE AQUI.

Em breve publicaremos outro exclusivo E-book sobre Zoneamento Ambiental, também desenvolvido pelo mesmo autor! Aguarde!

ATENÇÃO: PESQUISAS METODOLÓGICAS EM REGISTRO OFICIAL. APLICÁVEL COM CITAÇÃO DO AUTOR. RESPEITE OS DIREITOS AUTORAIS Copyright (droit d’auteur) © Jsmr/Cmc
[no-sidebar]

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.