Ads Top

Resultado de quatro anos de estudo em solos frágeis chega ao público

     Desde 2011 pesquisadores da Embrapa estudam solos com elevada tendência à degradação a fim de promover o correto manejo dessa terra, garantindo produção agrícola lucrativa com sustentabilidade. O livro "Solos frágeis: caracterização, manejo e sustentabilidade" é um dos resultados deste trabalho.
    A publicação, com 370 páginas, mostra a atividade da equipe em quatro áreas representativas ao redor do País: (Botucatu-SP, Luís Eduardo Magalhães-BA, Mineiros-GO e Petrolina-PE), onde promoveram a comparação dos sistemas de manejo, avaliaram o uso histórico, checaram o fluxo nutricional e fizeram o mapeamento digital dessas terras em bom grau de detalhamento, numa escala de 1:10.000.
"Problemas que afetam os solos frágeis geralmente são compactação, fertilização excessiva, salinização ou contaminação do lençol freático. No Brasil, temos 66 milhões de hectares desse solos, só no Cerrado", diz o pesquisador da Embrapa Solos (Rio de Janeiro-RJ) e um dos autores do livro, Luís Carlos Hernani.
"Solos frágeis: caracterização, manejo e sustentabilidade" é uma primeira aproximação mais detalhada no universo destas terras, o trabalho terá continuação com a publicação de boletins de pesquisa.
   O livro está disponível para download e leitura em http://ainfo.cnptia.embrapa.br/digital/bitstream/item/141705/1/Livro-Solos-Frageis.pdf
Em breve, a versão impressa estará disponível para distribuição na Embrapa Solos.
 
Carlos Dias 
Embrapa Solos

Telefone: (21) 2179-4578

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.