Ads Top

Os benefícios de ser membro em uma Empresa Júnior

Um dos principais problemas que o jovem encontra ao se formar em uma faculdade é a insegurança na hora de colocar em prática o conhecimento obtido em sala de aula e uma das maneiras de suprir essa necessidade é a realização de atividades extracurriculares.
Dentre as opções de atividades disponíveis destaca-se o ingresso do estudante em uma Empresa Júnior (EJ), que prepara seus membros para o mercado de trabalho sempre mantendo o foco na qualidade das informações compartilhadas e serviços prestados.
- Mas o que seria uma Empresa Junior?
A Empresa Junior é uma associação civil, sem fins lucrativos, na qual os alunos da graduação prestam serviços e desenvolvem projetos para outras empresas e para a sociedade em geral. Isso é uma maneira de colocar-se em prática o aprendizado obtido nos cursos superiores, aplicando-o em situações reais que qualquer empresa, seja ela sênior ou junior, vivencia.
- Quando as EJ’s surgiram?
O Movimento Empresa Júnior (MEJ) surgiu na França, em 1967, com o objetivo de complementar a formação acadêmica com experiências práticas. No Brasil, o movimento chega em 1988, através da Câmara de Comércio Franco-Brasileira.
O MEJ oferece a sociedade uma consultoria empresarial de menor custo, aumentando a qualidade e a chance de sucesso de empreendimentos num país com alta demanda por emprego e renda. Além disso, proporciona aos universitários a oportunidade de absorver valiosas lições sobre trabalho em equipe, liderança, criatividade, networking, pró-atividade e qualidade, assim como colocar em prática o aprendizado adquirido na graduação de forma única. Tais características são consideradas um diferencial no mercado de trabalho atual.
offerta_lavoro5
Uma outra possibilidade fornecida pelas Empresas Juniores é a oportunidade de desenvolvimento de seus próprios membros, ou seja, o crescimento profissional é possível a todos os que participam da empresa. Coordenadores, diretores e até os presidentes são cargos ocupados pelos próprios estudantes! Isso proporciona, consequentemente, uma chance ao membro de administrar situações de grandes responsabilidades, orientar equipes em busca do cumprimento de metas e objetivos e até representar a Empresa Junior em importantes decisões, desenvolvendo cada vez mais seu espírito de liderança.
- Qual a realidade do MEJ no Brasil?
Atualmente, o Brasil é um país de destaque frente ao Movimento Júnior como um todo. São mais de 23 mil empresários juniores no Brasil e mais de 600 empresas juniores em todo o país, que oferecem uma gama diversificada de serviços. Existem empresas juniores voltadas para diversos cursos de graduação, onde sua maioria é direcionada para o ramo da administração. Entretanto, muitas EJ’s trabalham com a área das engenharias, ganhando cada vez mais destaque na realidade brasileira. Pode-se, então, considerar o MEJ um fenômeno econômico e empresarial de sucesso.
A Brasil Júnior é o órgão nacional do Movimento Empresa Júnior, trabalhando para fomentar e dar suporte às empresas juniores em todo o Brasil e representá-las para potencializar os resultados de nossa rede e divulgá-los mundo afora.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.