Ads Top

Revista associa zika vírus ao plantio de eucalipto


A Revista Exemplar, periódico que circula na região de Taubaté, Pindamonhagaba e Campos de Jordão, interior de São Paulo, trouxe - em sua última edição - um artigo opinativo em sua capa: Eucaliptos, o verdadeiro vilão da Dengue, Chicungunya e Zika.
De distribuição dirigida, o conteúdo da revista foi amplamente divulgado nas redes sociais e grupos de whatsapp.
No artigo, o editor da publicação, Edmar de Souza, afirma que o mosquito Aedes aegypti migra para os centros urbanos ao "fugir do odor emanado dos eucaliptos e também em razão da escassez de água nas zonas rurais, consequência do ressecamento do solo".
A revista não possui nenhum respaldo científico. O editor, que é publicitário, se vangloria - no site da publicação - pelo fato da revista ser "totalmente colorida, impressa em papel couché e ser dirigida a um seleto e EXEMPLAR público "VIP", cujo poder aquisitivo está no topo da pirâmide financeira da região".
A região, no caso, é o Vale do Paraíba, onde os plantios de eucalipto sempre estiveram no foco de polêmicas ideológicas. Esta associação com o zika, no entanto, é completamente ridícula.
A literatura científica e a própria internet (o canal do Painel Florestal no Youtube, por exemplo ) está repleta de artigos e vídeos que contrapõe às falácias sobre a espécie. Aliás, nem há o que se questionar nesse sentido.
Para entender como as coisas realmente funcionam basta visitar qualquer plantio de eucalipto de empresas como, por exemplo, a Fibria, Suzano e Eldorado Brasil que se preocupam e investem nas práticas mais adequadas possíveis de manejo.
Edmar de Souza talvez não saiba que o papel couché da revista dele é produzido da maneira mais sustentável possível, aqui no Brasil, sem derrubar uma única árvore nativa.
Pode até ser bacana ter um discurso ideológico em que pese, ultimamente, este tipo de argumentação esteja enojando grande parte da nação brasileira.
Mas citar o eucalipto como "verdadeiro vilão nesta grande guerra biológica" e referir-se à pesquisas de instituições sérias como a Unesp - Universidade Estadual Paulista, aproveitando-se de uma grave crise epidemiológica que está, inclusive, fazendo algumas mulheres prorrogarem seus planos de maternidade, é absolutamente inaceitável.
Se antes, esse tipo de publicação alcançava apenas o "seleto topo da pirâmide financeira do Vale do Paraíba", hoje, com as redes sociais, não há limites para a palavra escrita.
Tenho certeza que a Ibá - Indústria Brasileira de Árvores, associação responsável pela representação institucional da cadeia produtiva de árvores plantadas, do campo à indústria - solicitará ao Edmar de Souza, editor da Revista Exemplar, uma retratação pública encartando em suas páginas, por exemplo, o esclarecedor infográfico Árvores Plantadas e Recursos Hídricos.
Robson Trevisan - Painel Florestal

4 comentários:

Tecnologia do Blogger.