Ads Top

Entenda o que é a polêmica Portaria 443


 Setor Florestal agora pede anulação da portaria
 
Geraldo Bento, presidente do Cipem, lidera a comitiva do Mato Grosso
Presidente CIPEM, Geraldo Bento.
  Em 17 de dezembro de 2014 o Ministério do Meio Ambiente (MMA), publicou a Portaria 443, proibindo o corte, transporte e comercialização de diversas espécies da flora brasileira por serem consideradas ‘ameaçadas de extinção’. O fato pegou o segmento florestal de surpresa e deixou o setor em uma situação critica, podendo ficar cada vez mais alarmante, caso essa Portaria não seja revertida.Por isso o presidente do Centro das Indústrias Produtoras e Exportadoras de Madeira do Estado de Mato Grosso (Cipem), Geraldo Bento, juntamente com os presidentes dos Sindicatos de base florestal irão se reunir nesta quarta-feira, 11, com a ministra do Meio Ambiente, Izabela Teixeira, em Brasília (DF), às 19h, em Brasília.
   O objetivo é esclarecer como é realizada a atividade florestal manejada em Mato Grosso a fim de haver o reconhecimento do ato jurídico perfeito que foi a autorização da colheita da madeira concedido pelos órgãos ambientais responsáveis Sema/Ibama. Em um segundo momento propor que se crie um grupo entre a equipe técnica do MMA e Cipem para definir os parâmetros novos, para os futuros Manejos que terão essas espécies colhidas.
Segundo Bento, caso essa situação não seja mudada o impacto na economia estadual será profundo. “O setor florestal atualmente ocupa no ranking a quarta economia do Estado, assim cumprindo uma rígida Lei Ambiental Estadual, congrega 1200 empresas, presente em mais de 40 municípios, gera 100 mil empregos diretos e indiretos e conserva, por meio do manejo florestal, mais de 3 milhões de hectares de floresta. Contudo, com a Portaria 443, se vê obrigado a demitir, fechando postos de trabalho, caso não consiga reverter essa situação o mais rápido possível”, pontuou o presidente do Cipem.
  Ele analisa ainda que, paralisar todo o trabalho técnico realizado até o momento criminalizando o setor deixa os empresários alarmados, sendo que o MMA ainda não esclareceu devidamente as regras a serem seguidas.

Acesse a Portaria Completa e entenda o cenário: PORTARIA MMA Nº 443

*Informações Painel Floresta/Adaptação 

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.