Ads Top

Você sabe como o mogno africano chegou ao Brasil?

Esta história começou há cerca de 36 anos, quando um pesquisador da Embrapa, Ítalo Cláudio Falesi, trouxe a espécie ao Brasil e plantou as primeiras 5 mudas em nossas terras 

 

Na foto: Ítalo Cláudio Falesi
  Esta história começou há cerca de 36 anos, quando um pesquisador da Embrapa, o senhor Ítalo Cláudio Falesi, trouxe a espécie ao Brasil e plantou as primeiras 5 mudas em nossas terras.
  Alguns anos mais tarde, Hiroshi Okajima, proprietário rural, iniciou o primeiro plantio comercial por aqui e despertou o interesse de outros produtores.
  A pesquisa e desenvolvimento do mogno africano tiveram constante estímulo de Norton Amador Costa, ex-pesquisador da Embrapa Amazônia Oriental. Norton também é produtor de mogno africano há 14 anos.
  Juntos fizeram história com Mogno Africano no Brasil. Eles possibilitaram que uma madeira tão nobre pudesse se desenvolver aqui beneficiando tanto produtores quanto o mercado mundial de madeira.
  Durante o II Workshop Brasileiro de Mogno Africano eles foram homenageados pela Mudas Nobres e apresentados aos participantes.

Fonte: Painel Florestal 

2 comentários:

  1. olá to com vontade de investir em mogno! sera que é um bom investimento!?qual é a melhor especie de maior rentabilidade e que nao atrai pragas???

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Johnny Barbosa,

      O investimento é muito rentável!

      Hoje tem-se o Mogno Brasileiro e Africano como os mais plantados,

      O mogno Africano (Kaya senegalensis), na Europa, o metro cúbico da madeira dele chega a € 850. No Brasil, um quilo de sementes varia de R$ 2,5 mil a R$ 3 mil. Além de ser de crescimento rápido, o mogno africano não é atacado pela broca das ponteiras, uma mariposa que tem tornado impraticável o cultivo comercial mais intenso do mogno brasileiro.

      Já o Mogno Brasileiro, (Swetenia Macrophylla), é também um bom investimento, só que não deve ser plantada sozinha, deve-se fazer um plantio misto, consorciando com outras espécies, justamente para amenizar o ataque da Brica da Ponteira. Sugere-se em muitos casos, o plantio misto com Cedro, Nim, Eucalipto Citriodora, e outros.

      Sabe-se que a madeira do brasileiro também é muito valorizada, no mercado internacional pode superar 5.000,00 reais o metro cúbico.

      A orientação para você, é procurar um ótimo Engenheiro Florestal, para avaliar as condições do seu sítio, e, claro, dependendo da região, são tratamento silviculturais diferenciados.

      Abraços

      Excluir

Tecnologia do Blogger.