Ads Top

Engenheiro florestal descobre três novas espécies de orquídeas

Paixão pela planta fez com que Fábio Tesch descobrisse espécies em Marechal Floriano


Flores que fascinam por suas cores, formas e aromas, as orquídeas atraem admiradores em todo o mundo. Um deles é o engenheiro florestal Fábio Jacob Tesch, 39, orquidófilo (colecionador) apaixonado de Marechal Floriano que acabou descobrindo, três novas espécies da flor na região serrana do Estado. 
       A descoberta aconteceu em 2012, e as plantas, que são micro-orquídeas, foram registradas e publicadas em uma revista científica francesa, a “Richardiana”. 
    Além de homenagear Fabio Tesch com a nova descoberta de orquídea “Pabstiella teschiana”, a revista denominou as outras duas espécies encontradas como “Pabstiella isabelae” e “Pabstiella silvanae”, homenageando a filha do engenheiro florestal, o bebê Isabela Huber Tesch, 10 meses, e a sua esposa Silvana Huber Tesch, 27. 
     Um pesquisador e botânico da Universidade de Leon, na França, já esteve quatro vezes no orquidário do engenheiro. Em dezembro, ele ficou sabendo que suas orquídeas foram registradas oficialmente. E o engenheiro ainda aguarda a análise de outras oito espécies levadas pelo pesquisador francês. 
      A paixão de Fábio pela flor teve início em 2001, quando um amigo o presenteou com sua primeira orquídea. A coleção só foi crescendo, até chegar a marca de 15 mil plantas. “Comecei a gostar da orquídea por sua raridade e beleza. Como florece apenas uma vez por ano, a expectativa também é grande”, diz. 
     Cultivar a espécie é um exercício relaxante para o orquidólifo. “Eu replanto, cuido, limpo e cruzo as espécies. Começo fazendo manualmente no orquidário e depois o laboratório envia as amostras em vidro. Somente depois de cinco anos é que essa planta vai florir”, explica Fábio.
      Estima-se que existam entre 25 mil e 30 mil espécies dessas plantas. 
Como cuidar 
Terra                                                                                                                            Durante a floração é melhor não mexer (replantar). Depois que a floração terminar, você pode replantá-la para um vaso um pouco maior sempre lembrando que a terra tem que ser bem solta e própria para orquídeas. 
Vaso 
Para acomodá-la no novo vaso, repare de qual lado surgem os novos brotos – esta é a frente da orquídea. A parte posterior deve ser encostada em um dos lados do vaso para firmar o desenvolvimento dela
Floração 
Durante a floração é só manter a orquídea em local claro, não precisa pegar sol direto. Se for o caso, deixe no sol até no máximo às 9 horas
Água 
Não exagere na quantidade de água. Um pouquinho (copo de cafezinho) de três a quatro vezes por semana no verão e duas vezes por semana no inverno é suficiente. É mais fácil matar uma orquídea por excesso do que por falta dágua
Local
As orquídeas necessitam de locais arejados 

Fonte: A Gazeta

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.