Ads Top

Homenagem aos Engenheiro Florestais: os guardiões do futuro

12 Julho: dia dos profissionais da Engenharia Florestal

     O profissional de engenharia florestal tem um papel estratégico no processo de desenvolvimento sustentável do planeta. Essa foi uma profissão criada para formar pessoas habilitadas para trabalhar de forma sustentável com o meio ambiente em benefício das gerações atual e futuras. 
      
      No Brasil, especificamente, seu trabalho tem contribuído de forma decisiva para o crescimento do setor florestal na balança comercial do Agronegócio onde vem disputando ano a ano a segunda posição com o complexo carne, couro e peles. Dessa forma, ele tem contribuído para assegurar a geração de 1,6 milhão de empregos diretos e 5,6 milhões de empregos indiretos (muitos dos quais interiorizados contribuindo para a fixação de pessoas no campo e diminuição dos problemas gerados pela concentração populacional nas grandes metrópoles), a contribuição anual de mais de RS $ 25,9 bilhões (5% do PIB nacional), a exportação de mais de US$ 4,1 bilhões (17% das exportações do agronegócio e 8% do total de exportação) e a arrecadação anual, em 60.000 empresas, de 3 bilhões de reais em impostos. 
     Esse crescimento tem sido feito em grande parte pela excelência de nossa silvicultura aplicada a plantações florestais de rápido crescimento mas não se pode negar a contribuição que nossa engenharia florestal vem dando na geração de tecnologias para o manejo florestal sustentável das florestas naturais com enfoque de uso múltiplo e com ênfase no baixo impacto da exploração e no cuidado com a biodiversidade. 
   O Engenheiro Florestal tem também exercido o importante papel de fiscalizador da exploração florestal, garantindo o cumprimento da legislação e ajudando a harmonizar a geração de renda com a sustentabilidade dos recursos naturais. 
    Não é só no campo, todavia, que a presença do engenheiro florestal é importante. Na área urbana seu trabalho tem tido notória visibilidade através do planejamento e implantação da arborização das cidades, do planejamento e conservação de parques e da manutenção de florestas urbanas, dentre outras atividades. 
     Finalmente, para quem possa imaginar que o engenheiro florestal, em seu trabalho, não impacta de forma positiva a saúde e a alimentação lembramos que o planejamento e o desenvolvimento de sistemas agroflorestais assim como a geração de tecnologias para exploração sustentável de produtos não madeireiros alimentícios e medicinais são ações do seu cotidiano. 
    Por tudo isso é que o Portal Floresta Viva, na pessoa do estudante de Engenharia Florestal Luciano Cavalcante parabeniza a todos os Engenheiros Florestais ao tempo em que lhes agradece pelos serviços prestados ao nosso país e à sociedade. 



Engenheiros Florestais, somos o Futuro!

Humildade e Honestidade devem estar a frente de toda a graduação e atuação profissional.


*Com informações de Madeira Total/ Editado e Adaptado por Luciano C.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.